Cuiabá: segundo trimestre de 2021 soma mais de R$ 1 bi em negociações imobiliárias

Data: 27/07/2021 Cuiabá: segundo trimestre de 2021 soma mais de R$ 1 bi em negociações imobiliárias

Assim como ocorreu no primeiro trimestre deste ano, o segundo também registrou recorde em valores transacionados no mercado imobiliário em Cuiabá, chegando à marca de R$ 1,08 bi. O resultado é 66,7% superior no comparativo com o mesmo período do ano passado, quando somou R$ 650.264 milhões em faturamento, segundo Indicadores do Mercado Imobiliário, elaborado pelo Sindicato da Habitação de Mato Grosso (Secovi-MT).

O vice-presidente administrativo do Secovi-MT, Guido Grando Júnior, explica que os números reforçam de forma expressiva a tendência de alta já observada no trimestre anterior. “Isso continua refletindo a oportunidade que o mercado imobiliário representa para investimentos diante do cenário de aumento de preços e, embora tenha ocorrido algumas elevações da taxa Selic, a taxa de juros ainda é baixa se comparado a anos anteriores, tirando atratividade de investimentos financeiros de renda fixa”.

O valor financiado saltou 36,7% no comparativo com o 2º trim de 2020, totalizando R$240,5 milhões. Também houve aumento no número de imóveis comercializados, totalizando 2.910 unidades contra 2.782 no trimestre anterior e 1.991 no 2º trim de 2020.

A pesquisa mostra que o maior número de imóveis comercializados é usado, com 2.563, contra 347 novos. As regiões mais procuradas são a leste e a oeste, consideradas áreas residenciais da capital mato-grossense.

Guido Grando Júnior afirma que são regiões em expansão urbanas, onde se concentram empreendimentos residenciais horizontais. “A procura por imóveis assim aumentou em razão da pandemia, já que as famílias que vivenciaram lockdowns entenderam precisar de espaços maiores e mais conforto nas suas moradias, tendência contrária a reduções de tamanhos vivenciadas no período pré-pandêmico”.

O estudo de evolução do mercado imobiliário conta com o apoio da Fecomércio-MT e é realizado desde 2015 pelo Secovi-MT em parceria com a Secretaria de Fazenda do Município de Cuiabá, com fonte dos dados do ITBI municipal.

Para ter acesso à pesquisa, clique AQUI.